A contabilidade sempre foi o elemento mais importante que uma instituição, seja ela empresa que visa lucros, seja ela uma entidade sem fins lucrativos, vez que deve representar com muita clareza todos os atos e fatos praticados pela instituição.

    Os aprimoramentos que as Leis da Previdência Social (Leis nºs 8212/91, 9732/98) e da Assistência Social (Leis 8742/93, 9604/98), os Decretos 2536/98 e 3048/99, além das Resoluções do Conselho Nacional de Assistência Social, fazem com que a contabilidade efetivamente demonstre todas as atividades da instituição.

    Os estabelecimentos dedicados à Assistência Social, à Saúde, à Educação, passam a ter um novo conceito de contabilidade, elaborada com precisão e de forma diferenciada, caso contrário essa instituição vai se dar muito mal e dificilmente conseguirá prestar contas das suas atividades.

    O Escritório ARA-ATUALIZA, através do profissional na área, Arilton Portella CRC/PR 9816/O-8, desde há mais de vinte anos presta serviços de contabilidade dedicados à instituições filantrópicas, que abrange as atividades de Assistência Social, à Saúde e Educacional.

    A contabilidade desenvolvida é a que melhor se adapta à essas instituições e demonstra claramente a atividade social. Tanto assim que é denominada de Contabilidade Social, tendo em seu plano de contas a configuração final do Balanço Social, onde fica demonstrado todas as atividades desenvolvidas em beneficio de terceiros sem qualquer distinção e que atende a todos os dispositivos legais vigentes, inclusive aqueles do CNAS.

    Além desse fato, nosso serviço é desenvolvido para que a contabilidade passe a ser instrumento gerencial da instituição. Para que isso seja possível, fornecemos esclarecimentos e balancetes quinzenais ou mensais, ou ainda em menor espaço de tempo de acordo com as necessidades da instituição, sempre acompanhado de gráficos explicativos, dando condições de um acompanhamento imediato pelo administrador, possibilitando corrigir o destino da instituição imediatamente.

    A conciliação de contas também faz parte dos relatórios contábeis, especialmente do Caixa, Bancos e Patrimônio e tornam transparentes as atividades da diretoria, além da credibilidade da entidade perante terceiros.

    Acompanham os Planos de Ação e Trabalho do ano e os Relatórios Circunstanciados, exigidos pelas normas legais vigentes.

    Com esses procedimentos, possibilitam manter os registros de Utilidade Pública e o Certificado de Entidade de Fins Filantrópicos.

    Atualmente a terceirização de determinados serviços, desde que realizados de forma a atender especificamente as necessidades da instituição, é muito mais vantajoso do que manter departamentos e pessoal em treinamento constante.

    A Contabilidade desenvolvida com critérios específicos atendendo as Normas Legais e os princípios técnicos pertinentes, bem como o conhecimento do ramo de atividade da entidade é o instrumento indispensável para o bom administrador.